Logística no E-commerce

O Comércio Eletrônico, através da loja virtual ou televenda, cresce num ritmo muito acelerado a cada ano, não somente para gigantes do varejo, mas também para grandes, médias e pequenas empresas de origem nacional e internacional. Os indicadores do e-commerce têm registrado aumento principalmente na quantidade de pedidos, valores em vendas e novos consumidores. Por outro lado, a oferta de marketplace por grandes marcas conhecidas no mercado, como: Wal-Mart, Americanas.com, Extra, Casas Bahia, entre outras, viabilizou a escalabilidade de pequenas lojas virtuais. Confira os principais números no infográfico E-commerce no Brasil.

Portanto, é primordial para todo negócio online o conhecimento e estabelecimento de parcerias que apoiem a operação logística do seu e-commerce, desde a logística interna até a entrega dos produtos comercializados.

O que é?

A logística no e-commerce é a aplicação de conceitos e modelos operacionais do setor de logística, levando em consideração as particularidades desta modalidade de compra.

Por que?

A operacionalização da compra online está diretamente relacionada com a Logística. De modo geral as ferramentas digitais permitem compras a longa distância com algumas características específicas, tais como: maior volume de pedidos, compras com baixos valores, volumes fracionados, sazonalidade  e uma maior capilaridade nas entregas.

É preciso trabalhar com parceiros preparados para atender este segmento de forma competitiva, já que demanda alto nível de eficiência (SLA – Service Level Agreement), grande capacidade operacional, tecnologia e curtos prazos.

A estrutura logística necessária para operação de uma loja virtual é grande. É necessário um espaço adequado, sistemas de armazenagem, equipamentos de movimentação, software de gerenciamento de armazéns (WMS – Warehouse Management System), hardwares de automação, equipe, entre outros. Tudo isso requer pesado investimento nesta área, a qual não é o Core Business das lojas online! Além disso, demanda conhecimento técnico específico e tempo para gestão operacional do setor. O controle e acompanhamento de KPI – Key Performance Indicators é essencial para um trabalho de melhoria contínua. Outro ponto importante de observar é que a qualidade do serviço de logística no e-commerce está diretamente relacionada com a satisfação do cliente final.

Como funciona?

Podemos subdividir a Logística em duas partes, logística interna (centro de distribuição) e transporte (entrega):

ArmazenagemLogística Interna (Centro de Distribuição)

Consiste nas operações de backoffice, de forma geral são três atividades básicas na Logística Interna: armazenar, processar os pedidos e expedir para finalmente transportar sempre que houver uma compra pelo cliente.

ArmazenagemArmazenar

Inicia com o recebimento dos materiais no Armazém, conferência/inspeção, envolve movimentação física e registros no sistema de gestão, além da realização de inventários periodicamente (cíclico ou geral), segurança, logística reversa (devolução/reposição), entre outros.

Montagem-de-pedidosProcessar os Pedidos

Os produtos devem ser coletados (picking) conforme pedido do cliente nos sistemas de armazenagem/área de picking e embalados (packing) de forma adequada para que a embalagem circule até o local de entrega sem avarias.

ExpediçãoExpedir

Antes do material deixar o armazém é necessário fazer uma série de conferências, gerar documentos fiscais, direcionar materiais de acordo com a transportadora responsável, carregar os veículos (caminhão ou container).

Finalizada a logística interna, os produtos estão prontos para serem transportados e entregues aos clientes. As atividades logísticas podem ser executadas no modelo In House, ou seja, dentro da estrutura do próprio cliente ou On site, num armazém da empresa de logística.

Entregas e-commerceTransporte (Entrega)

Podemos sudividí-lo em duas etapas, do fornecedor até o centro de distribuição da loja virtual (inbound) e do centro de distribuição até o cliente final (outbound). Geralmente o frete até o cliente é fracionado rodoviário com entregas em todo o território nacional. Este processo inicia com a coleta dos produtos pelas transportadoras no centro de distribuição das lojas virtuais, com frequência acordada através de janelas de coleta. As empresas de transporte consolidam as cargas fracionadas coletadas em seus clientes para preencher o máximo possível de um caminhão pesado, aumentando sua taxa de ocupação. A partir desta etapa inicia-se a viagem de transferência, quando são percorridas longas distâncias, principalmente interestaduais até uma unidade operacional mais próxima da região de destino. Neste local os caminhões são descarregados e roteirizados em veículos urbanos de carga para entrega no endereço definido no pedido.

Quem faz?

ArmazenagemLogística Interna (Centro de Distribuição)

Prestadores de serviços logísticos (PSL): operador logístico, armazéns gerais e algumas transportadoras. São empresas que possuem armazém, equipamentos, sistemas e pessoas capacitadas para executar as atividades da logística no e-commerce.

Entregas e-commerceTransporte (Entrega)

Prestadores de serviços logísticos (PSL):  transportadoras, empresas de entregas rápidas, courier, motoboy e Correios. É comum que empresas diferentes tenham áreas de atuação específicas no Brasil. Em outras palavras, determinadas transportadoras atendem somente o sul e sudeste do país, por exemplo. A especialização das empresas de transporte vai ainda mais adiante, algumas oferecem soluções para determinados segmentos e nichos, como: alimentos, medicamentos, cosméticos, comércio eletrônico, indústrias, etc. É importante salientar também que algumas transportadoras realizam transporte de cargas fracionadas e/ou fechadas (lotação).

Leia mais sobre a Terceirização Logística na Home Page.

Quanto custa?

ArmazenagemLogística Interna (Centro de Distribuição)

Existem diferentes formas de cobrança pelos serviços de operação logística. Cada empresa adota o método que julga mais pertinente, pois a definição dos preços dependem de algumas variáveis, tais como:

  • Tipo de embalagem
  • Forma de movimentação
  • Quantidade de SKU (Stock Keeping Unit)
  • Tamanho e peso
  • Valor dos produtos
  • Volume total recebido
  • Volume total expedido

A composição do preço total possui uma parte fixa e outra variável, podendo ser cobrado por:

  • Movimentação (volumes recebidos/expedidos)
  • Área ou cubagem de armazenagem
  • % sob nota fiscal
  • % Ad-valorem (seguro)

Entregas e-commerceTransporte (Entrega)

O cálculo do transporte rodoviário fracionado de cargas não é simples. Por isso existem as tabelas de fretes, as quais consideram uma série de valores para chegar num valor final, tais como:

  • Faixa peso
  • Ad-valorem (seguro)
  • GRIS (gerenciamento de risco)
  • TAS (taxa administrativa Sefaz)
  • TRT (taxa de restrição ao trânsito)
  • ICMS
  • ISS
  • Suframa
  • Redespacho
  • Etc

É importante ressalvar que a faixa peso é cobrada sobre o que for maior no material, peso (Kg) ou volume (m³). O cálculo do peso cubado é realizado através da multiplicação das dimensões do volume por um fator de densidade definido. Ex. (1m x 1,2m x 1,5m) x 300

Qual é o prazo?

ArmazenagemLogística Interna (Centro de Distribuição)

Depende de diversos fatores, mas geralmente são acordados na contratação do prestador de serviços. Algumas variáveis contribuem para aumento de produtividade com a redução de tempos e movimentos dentro do armazém. O layout, processos, sistemas, equipamentos e equipes treinadas são alguns itens que contribuem para um CD mais eficiente e rápido.

Entregas e-commerceTransporte (Entrega)

Depende da frequência de coleta dos produtos no CD da loja virtual, região de destino e empresa de transporte. O Brasil conta com um vasto território e algumas regiões remotas com difícil acesso. A distância entre um ponto ao outro pode ser enorme! Por este e outros motivo as transportadoras se especializaram em certas regiões. É praticamente impossível encontrar uma empresa de transporte que tenha melhor prazo e preço atendendo todo o país.

Considerações finais

As atividades de logística no e-commerce são de extrema importância, principalmente por estarem diretamente relacionadas com a satisfação dos clientes. A expectativa de um consumidor ao fazer uma compra de forma eletrônica é que seu produto chegue o mais rápido possível e em perfeitas condições, isso depende de toda a Operação Logística! Por este motivo, entender os conceitos, aplicá-los na realidade de cada negócio e contratar os prestadores de serviços logísticos corretos são essenciais para o sucesso de uma loja virtual.

Full Commerce

A Logística é uma parte do ambiente full commerce, composto por transportadoras, agências de marketing digital, plataformas, meios de pagamento, softwares, consultorias e treinamentos, entre outros. Consulte nosso Guia de Fornecedores com a tag e-commerce e conheça outras soluções complementares para o Comércio Eletrônico.

Quer saber mais sobre a logística no e-commerce? Acesse o blog da ASAP Log e tenha acesso a dicas, inovações e tendências do setor.

Fique à vontade para comentar, compartilhando experiências, opiniões, ideias, entre outros.

Share

10 comments on “Logística no E-commerce”

  1. Diego Responder

    Muito interessante, havia detalhes nesse segmento que não havia me atentado e que pude perceber após esta leitura!

    • ASAP Log Responder

      Olá Diego. Ficamos contentes que o conteúdo tenha acrescentado conhecimento para você.

  2. Daniel Responder

    Olá, bacana esta abordagem do site. Tinha algumas dúvidas que foram sanadas com esta explicação sobre o full comerce, parabéns!!

  3. Daniela Responder

    Achei muito bom o conteúdo. A logística no e-commerce não é tão simples e tem muitas particularidades mesmo. É a primeira empresa que eu vejo com essa abordagem.

  4. Alexandre Castro Responder

    Bom dia!

    Gostei muito do texto, bem didático!

    Eu trabalho na área de supply chain e estou fazendo uma pós de gestão de supply e decidi fazer meu trabalho de conclusão de curso sobre logística para e-commerce.

    Vocês teriam como indicar literatura sobre o assunto para eu me aprofundar? (pode ser em inglês e português)

    Att

  5. moving interstate australia Responder

    You actually make it seem so easy with your presentation but I in finding this topic to be actually one thing that I believe I’d never understand. It sort of feels too complex and extremely extensive for me. I’m taking a look ahead to your next post, I’ll try to get the cling of it!|

  6. André Costa Responder

    Conteúdo está bem claro, mas num nível básico. Poderia conter informações mais avançadas sobre o assunto. Fora isso ótima iniciativa.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *